Se tem uma coisa que eu tenho me divertido ultimamente, são as frases de efeito do Pedro. Parece que ele passou por mais um daqueles “saltos evolutivos” que as crianças dão de vez em quando, e agora destampou a falar.

Outro dia ele acordou, olhou bem para a minha cara e disse: “Não posso andar sozinho na rua. Tenho que estar de mãos dadas porque senão o carro me pega”. Aí eu respondi que é isso mesmo, e que no shopping também tem que andar de mãos dadas. E ele, pensativo: “É, senão o bombeiro coloca de castigo”.

Mas a melhor foi esses dias e eu, infelizmente, não presenciei. A Dé tava vendo o jornal em casa na TV e disse que ele ficou paralisado na frente da TV. Aí ela foi prestar atenção e era uma reportagem sobre o carnaval. Disse que tinha uma mulata sambando e tal. Aí, a hora que o Pedro viu que ela estava olhando virou prá ela louco: “A MOÇA TÁ MEXENDO A BUNDA!!!! A MOÇA! A BUNDA! ASSIM!!!”, e começou a dar uma chacoalhada, olhando prá ela com cara de “que porra é essa??”.

Aí quando cheguei em casa perguntei prá ele se ele tinha visto alguma coisa legal na TV. E ele respondeu que tinha visto “uma moça”. Perguntei o que ela tava fazendo e ele disse que ela tava “mexendo a bunda”. Mas não deu muito assunto, não.

Aí no dia seguinte ele resolveu desenvolver sobre o carnaval. Atenção poetas: olha que definição.

“Carnaval é música, papai!”
Pedro Garcia – 2 anos

Rá!

Comente

Esblogoogle
Passado
Eu no Twitter